Voz da Escola
Jornal da Escola Secundária Henrique Medina
Pesquisa

Sabias que...História com Letras
Por Leonor Rodrigues (Aluna, 10°I), em 2021/05/2044 leram | 0 comentários | 7 gostam
A 9 de maio de 1386, representantes do rei D. João I de Portugal e do rei Ricardo II da Inglaterra assinaram um tratado de amizade permanente e assistência mútua entre os dois países - o “Tratado de Windsor”.
Nesse contrato, havia 13 cláusulas que incluíam a obrigação de prestar assistência mútua em caso de ataques inimigos, assistência militar e apoio diplomático, além de declarar o livre fluxo de pessoas e mercadorias entre os dois territórios das coroas envolvidas.
O sucesso das negociações e a assinatura formal do tratado permitiram dar início aos preparativos do casamento do Rei de Portugal com D. Filipa, filha do Duque de Lencastre. Este evento ocorreu em 11 de fevereiro de 1387. Durante algum tempo, os interesses de Portugal e do Reino Unido mantiveram-se consistentes.
Na verdade, ao contrário do que se costuma pensar, este não foi o primeiro tratado assinado entre as duas partes. Já em 1373, D. Fernando e Eduardo III tinham feito exatamente isso.
O “Tratado de Windsor” foi apenas a confirmação e renovação dos termos de outro tratado, porque existiam novas condições políticas que o sugeriam.
Em Portugal, depois da vitória da batalha de Aljubarrota, foi importante confirmar apoios externos para que as pessoas pudessem reconhecer o novo rei e a nova Dinastia de Avis. É importante lembrar ainda que Castela não o fez imediatamente, apenas assinou um acordo de paz com Portugal em 1411, mais de 20 anos depois.
Para a Inglaterra, o apoio de D. João I teve grande interesse, principalmente porque o duque de Lencastre era um candidato ao trono castelhano. Logo após a assinatura do Tratado, os britânicos estavam dispostos a lançar um exército na Corunha com o apoio de Portugal, exigindo a coroação do duque, mas o plano falhou.
O Tratado de Windsor é geralmente considerado o mais antigo tratado diplomático ainda em vigor. Formalmente, isso é correto porque foi confirmado muitas vezes ao longo da História e nunca foi condenado por nenhuma das partes. Os dois países chegaram a vários acordos nos séculos que se seguiram e nunca travaram oficialmente uma guerra, em parte, devido a este tratado.


Comentários

Escreva o seu Comentário
 




Top Artigos: Amor de Mãe