Voz da Escola
Jornal da Escola Secundária Henrique Medina
Pesquisa

Palestra Uso Múltiplo da Floresta
Por Manuela Sampaio (Professor), em 2020/12/02103 leram | 0 comentários | 33 gostam
No dia 3 de novembro, no âmbito das atividades promovidas pelo Clube Europeu Medina, as turmas do 7.ºA e 9.ºB assistiram a uma palestra proferida pelo Sr. Engenheiro Ambiental, Carlos do Carmo, sobre o «Uso Múltiplo da Floresta".
A Floresta tem um grande impacto na sociedade, daí a necessidade de se preservar a sua biodiversidade, nomeadamente no nosso concelho. Ficamos a saber, que, antigamente, nesta zona existia uma vasta área de castanheiros, porém, ao longo dos anos, foram cortados e substituídos pela produção de milho e batata.
Ao longo da palestra, foram apresentados os benefícios diretos da floresta como a produção de madeira, resina, biomassa, cortiça (sendo Portugal o maior produtor), frutos silvestres, sementes, plantas, cogumelos e mel. Fomos também sensibilizados para respeitar e compreender o papel de todos os seres vivos: insetos, peixes, aves, répteis, mamíferos e anfíbios.
A floresta permite a realização de diferentes atividades como a caça (tem rendido cerca de 340 milhões de euros), a pesca em águas interiores, a prática de vários desportos radicais, o treinamento de militares portugueses, para além de ser um local de lazer e recreio.
Também foram abordados os benefícios indiretos da floresta. Aprendemos que as árvores contribuem para a retenção de partículas e poeiras poluentes, ajudam a evitar a erosão hídrica e pandemias como a que estamos a viver neste momento, devido à ação dos mixomicetes, que têm um papel importante na conservação da biodiversidade mundial. Uma das principais funções da floresta é a produção de oxigénio, sendo que um hectare de floresta produz o necessário para 10 pessoas. A floresta é igualmente fundamental para a retenção de C02 (dióxido de carbono), sendo uma importante aliada no combate ao aquecimento global.
Finalmente, ficamos a saber que na floresta do nosso concelho, existe um vasto património antrópico: capelas, antas, dólmenes, castros e também geomonumentos.
Com esta palestra, retivemos que a floresta é um bem muito precioso que não podemos deixar morrer, porque só a conservação e regeneração das florestas podem reverter o processo de degradação ambiental por contribuir para a manutenção das condições necessárias à sobrevivência do homem.
No final desta sessão de sensibilização, fomos plantar um azevinho e alguns loureiros no recinto da nossa escola, juntamente com a turma ACS. Desta forma simbólica, quisemos contribuir para a regeneração da nossa floresta autóctone.
Gostamos muito destas atividades.

Texto elaborado pela turma 7.ºA

Mais Imagens:

Comentários

Escreva o seu Comentário
 




Top Artigos: Amor de Mãe