Voz da Escola
Jornal da Escola Secundária Henrique Medina
Pesquisa

Sou “Tutor Medina”
Por Mariana Lima (Aluna, 12ºC), em 2019/10/1125 leram | 0 comentários | 3 gostam
Na sexta-feira, dia 13 de setembro de 2019, na escola Secundária Henrique Medina decorreu, mais uma vez, o projeto de Tutoria Interpares.
Este tem como objetivo acolher e facilitar a integração dos novos alunos, os que iniciam o 3.º Ciclo (7.º ano) e também aqueles que iniciam o Secundário (10.º ano de Ensino Regular e Profissional). Os chamados “Tutores Medina” são um grupo de alunos que frequentam no ano letivo corrente, o 12.º ano de escolaridade.
O projeto, orientado pela professora adjunta Manuela Ferreira, pelo psicólogo da Escola Miguel Durães e pela professora bibliotecária Fernanda Vilarinho, contou com reuniões no decorrer das férias letivas para que cada Tutor se organizasse e ficasse familiarizado com o planeamento.
Começamos por ser divididos em grupos de 4, e cada grupo ficou encarregado de ser o tutor de uma turma (caso de sétimos anos e profissional) ou duas turmas (no caso de décimo ano do ensino regular). Depois disso, foi-nos mostrado o percurso que teríamos de fazer de forma a dar a conhecer aos novos alunos todos os cantos da nossa escola, para facilitarmos a sua adaptação a uma nova realidade. Houve ainda uma reunião com os diretores de turma, para que naquele dia tudo corresse da melhor forma.
Chegado o dia da receção, cada grupo dirigiu-se à respetiva sala para estar presente na reunião com os pais, ajudar o diretor da turma e falar sobre a tutoria. Inicialmente senti-me nervosa ao falar à frente de “tanta” gente. Porém, o nervosismo passou e a nostalgia substituiu esse sentimento. Lembrei-me de estar nos seus lugares e de ver as minhas tutoras a sorrir para nós e que, de certa forma, me inspiraram a estar ali naquele dia.
Na segunda parte, demos a conhecer aos alunos o funcionamento da nossa escola, onde ficava cada sítio, desde a biblioteca aos campos de jogos, passando até pela cantina; apresentamos os funcionários e também lhes ensinamos como usar o cartão eletrónico. Do meu ponto de vista, esta é a melhor parte, visto que, para além de lhes dar a conhecer todos os cantos, tivemos oportunidade de interagir de forma descontraída, e tenho a certeza de que não sou a única a pensar assim.
Na realidade, após falar com outros tutores, cheguei à conclusão de que estar com os alunos (e até com os seus pais!) na parte da visita foi aquilo de que mais gostaram, pois podiam realmente começar a criar amizades entre si. Muitos dizem que alunos que se mostravam tímidos no início começaram a abrir-se mais, ganhando uma certa confiança. Isto deixa qualquer tutor feliz, pois um dos principais objetivos de ser Tutor Medina é fazer com que quem se sente um pouco perdido se sinta bem-vindo.
Concluindo, depois desta experiência, sinto que ganhei mais responsabilidade, pois, para além de ser benéfico para os alunos novos, também ajuda os mais velhos a enfrentarem novas situações que podem ser bastante benéficas para o nosso futuro. Toda a gente me disse que ia ser “incrível” e ia adorar conhecer “putos”, e posso garantir que não me desiludi e aconselho todos os alunos a inscreverem-se neste projeto quando chegar a sua vez de contribuir.


Comentários

Escreva o seu Comentário