Voz da Escola
Jornal da Escola Secundária Henrique Medina
Pesquisa

IN MEMORIAM
Por Augusto Silva (Professor), em 2016/01/28222 leram | 1 comentários | 46 gostam
João Machado,
Calou-se a tua voz
- Era Cítara e magia
Do segredo que bebia
O silêncio, o sorriso e a PAIXÃO!
João Machado,
Calou-se a tua voz,
Mas não morreu:
Somente se emudeceu
E no meu peito aind’ ecoa
A divina e terna harmonia
Da tua VOZ em suave canto…
E minha lira, ao recordá-lo,
Enfatiza os sons d’ Amizade
E d’eterna SAUDADE!

João Machado,
A tua voz não morreu!
Canta apenas no Além…
E minha lira, inundada em saudade,
Quero tê-la e guardá-la
Para entoar os hinos d’ amor
Que cantas à vida e à LIBERDADE!

João Machado,
A tua VOZ não morreu!
------------------------------------
E.S.HM, 10 janeiro de 2016


Comentários
Por Inês Santos (Aluna, 7ºA), em 2016/05/07
Professor, o senhor tem um talento nato para a poesia e pegando num tema tão belo e tão profundo fica uma coisa... incrível! Está um máximo! Continue a escrever e depois mande para mim. Quero ler isto e muito mais! :)

Escreva o seu Comentário