Trash League
Jornal da Escola C.e. Sesi 344 de Ribeirão Preto
Pesquisa

As consequências do abandono de animais à saúde.
Por Lucas Marques (Aluno, 7ºano), em 2016/10/03291 leram | 0 comentários | 41 gostam
Conheça as consequências do abandono do animal, a saúde publica, os motivos pelos quais as pessoas desistem dos seus animais são muitos
O abandono de animais além de ser um problema social também é uma questão de saúde pública,levando-se em conta que inúmeros deles vagam pelas ruas sem vacinação ou qualquer outro controle populacional, podendo contrair doenças e consequentemente transmiti-las, a nós, humanos. Estatisticamente é difícil saber quantos cães e gatos transitam livremente pelos centros urbanos, mas sabemos que são muitos, pois basta um olhar mais atento para que facilmente encontremos algum desses animais que não tiveram a sorte de ter um tutor responsável pela sua sobrevivência.

O descaso com este assunto mostra que uma parte da sociedade ainda não está convencida das reais necessidades dos animais e se esquecem que eles sentem dor, frio, sede, fome, medo, depressão, entre outros. Os órgãos responsáveis pelo controle da população de animais sem tutor só obterão êxito com a ajuda de toda a sociedade. Várias entidades tentam amenizar a situação, mas diariamente a população de cães e gatos abandonados aumenta mostrando como esquecemos facilmente o que deveria ser o princípio básico de um mundo civilizado: o respeito à vida.

Os motivos pelos quais as pessoas desistem dos seus animais são muitos, o que indica que deveríamos investir mais em medidas informativas, visando a colaboração de todos para a solução deste problema que afeta toda a população. Antes de se adotar um animal é necessário que se conheça suas reais necessidades. Vários aspectos devem ser levados em conta, como espaço, renda familiar, disponibilidade de tempo para os devidos cuidados que um animal de estimação requer, pois além de alimento, água e cuidados médicos, também são essenciais os cuidados psicológicos, como por exemplo levá-lo para passear. Um animal abandonado está exposto a todo tipo de perigo: agressão, morte por envenenamento, atropelamento o que também pode se tornar outro problema para a sociedade pois, estes atropelamentos podem causar acidentes de trânsito.

Por não se alimentarem adequadamente, geralmente são muito debilitados o que compromete todo o organismo do animal, deixando-o suscetível a contrair várias doenças podendo vir a transmiti-las ao homem. Dentro deste contexto podemos também considerar a procriação indiscriminada desses animais agravando cada vez mais o problema. Entidades de proteção aos animais e os órgãos governamentais tem procurado solucionar o problema, mas pela falta de informação, uma parte da população não se dá conta da crueldade e dos riscos de se abandonar um animal nas ruas.

A posse responsável requer muita reflexão. Os animais domésticos estão inseridos na nossa sociedade e o vínculo homem/ animal deve ser respeitado possibilitando uma vida digna para esses seres que não são aptos a manterem sua sobrevivência por conta própria , diferentes de nós humanos, que sabemos procurar os recursos dos quais necessitamos. Desde que passou a domesticar os animais o homem tornou-se responsável por eles, devendo assim cuidar para que suas necessidades básicas sejam supridas, a visão de que os animais são seres inferiores e portanto não dignos de respeito é longa, mas, na atualidade vemos uma maior conscientização por parte da população.

Constantemente surgem discussões sobre o assunto e cresce o número daqueles que se dedicam ao assunto. ONGS, entidades públicas e mesmo pessoas que não fazem parte de nenhuma associação realizam programas direcionados à questão do abandono animal, porém é necessária a colaboração de toda a sociedade. Infelizmente ainda não nos demos conta dos agravantes de se maltratar os animais, tudo na natureza está interligado e qualquer desiquilíbrio é capaz de causar danos imprevisíveis ao ecossistema do qual nós, humanos também fazemos parte. Na constituição brasileira é previsto punições para quem maltrata animais.


Comentários

Escreva o seu Comentário