Sabro
Jornal do Agrupamento de Escolas de Sabrosa
Pesquisa

Pólo Arqueológico de Garganta
Por Ilda Figueira (Professora), em 2016/04/05330 leram | 0 comentários | 37 gostam
Os alunos de CAF tiveram a oportunidade de conhecer a Memória insigne de outros tempos, a evolução e a história dos nossos antepassados.
A Mamoa 1 de Madorras e a vida no Neolítico foram os temas retratados numa visita que fez a imaginação das crianças recuar, muito graças às peças expostas, que faziam supor como com utensílios tão simples e arcaicos, diferentes do que temos hoje, conseguiam construir monumentos como a Mamoa 1 de Madorras, de caráter funerário e religioso, onde se prestava homenagem aos antepassados. Uma visita que incentivou a curiosidade e a reflexão.

As casas produzidas através de troncos, palha, barro ou terra e peles de animais foi a realidade que chamou mais admiração junto dos alunos, que não tinham a noção de que os nossos antepassados não possuíam as capacidades e os métodos que temos hoje, como a luz elétrica ou as máquinas.

Os arqueólogos que estudaram a Mamoa de Madorras nunca encontraram a aldeia onde viveram os seus construtores, assim, surgiu o desafio de propor aos alunos de CAF que imaginassem como esta seria. As crianças colocaram imediatamente mãos à obra e desenharam-na. O encontro com a História do Homem aconteceu no Pólo Arqueológico de Garganta, um espaço que nasceu da vontade do Município de Sabrosa em querer conservar e dar a conhecer um património único que se encontra disperso pelo território do concelho.

A equipa de CAF agradece à Câmara Municipal de Sabrosa por ter disponibilizado os seus meios de transporte, sem o qual não seria possível realizar esta iniciativa.

Grupo CAF

Mais Imagens:

Comentários

Escreva o seu Comentário