Sabro
Jornal do Agrupamento de Escolas de Sabrosa
Pesquisa

O Que Faço Com As Mãos
Por Anabela Vilela (Professora), em 2012/06/051547 leram | 0 comentários | 139 gostam
Os alunos do 3º G, do Centro Escolar Fernão de Magalhães, no âmbito do projeto Oficina da Escrita, dedicaram um poema às nossas mãos.
O Que Faço Com As Mãos

Com as mãos lavo a cara,
Me penteio e alimento,
Aperto a mão do meu amigo,
Aponto o caminho certo.

Abro a porta.
Ajudo o velhinho a atravessar a rua,
Acaricio os seus cabelos brancos.
E, se por acaso alguém cai,
Ajudo-o a levantar.

Com as mãos, desenho, pinto e escrevo,
Dou voz ao coração.
Sempre que estou contigo,
Seguro a tua mão.

Com as mãos afago o gato,
Digo adeus pelo caminho.
Se um pássaro cai do ninho,
Entre as mãos o seguro
E coloco-o no seu abrigo.
Se ao cair se magoa,
Eu curo-o com carinho.

Se estou com varicela
E minhas mãos querem coçar,
Minha mãe diz que não,
Por que posso piorar.

Minhas mãos são valiosas
Andam sempre a trabalhar
Fazem tudo, tudo, tudo,
O que o coração mandar.

Tuas mãos, são como as minhas,
Tudo querem fazer!
Não deixes que elas façam qualquer coisa
De que te possas arrepender.

Oficina de escrita, 3º G,
Centro Escolar Fernão de Magalhães,
2011/2012


Comentários

Escreva o seu Comentário