plantão filosófico
Jornal de Filosofia
Pesquisa

ROUSSEAU E A DEMOCRACIA DIRETA
Por Edemilson Leão de Lima (Leitor do Jornal), em 2017/06/13387 leram | 0 comentários | 33 gostam
Uma sociedade só é democrática quando ninguém for tão rico que possa comprar alguém e ninguém seja tão pobre que tenha de se vender alguém .
Elaborado por Lucas S da Rocha, Leonardo da Silva, Douglas G dos Santos.
A DEMOCRACIA DIRETA
  A vontade só será geral se tiver a participação de todos os cidadãos de um estado. Pelo ato legislativo e a efetiva participação de um povo que garante o bem comum e também os direitos de cada cidadãos.
  A representatividade e o fim do estado: considerando que todos precisam estar em condições de igualdade para haver democracia, nenhum ser humano poderia ser autoridade diante dos demais.
  Segundo Rousseau as leis que não foram retificadas pelo próprio povo são consideradas nula.
   A educação como condição para o democracia direta: Rousseau prepara as crianças para que se desenvolvam de forma autônoma em contato com a natureza.
   Baseando-se em experiências da vida, o aluno estaria desenvolvendo capacidade que tornariam comprometido com a sociedade.
   A ausência de qualquer ideia e superioridade educando as pessoas para a valorização da igualdade e da liberdade.
   Rousseau defende três formas de governo: Monarquia para estados grandes, Aristocracia para estados médios e democracia aos estados pequenos.
   Então para se construir uma sociedade de liberdade igualdade, é imprescindível a democracia direta.

Mais Imagens:

Comentários

Escreva o seu Comentário