plantão filosófico
Jornal de Filosofia
Pesquisa

Angústia
Por Thayane de Castro Trindade (Leitora do Jornal), em 2016/07/07290 leram | 0 comentários | 45 gostam
O peso e a importância da liberdade
A crise existencialista surge ironicamente da percepção de existência : "Penso , logo existo". Segundo Jean Paul Sartre filósofo existencialista, somos condenados a sermos livres . A liberdade aqui nesse período é vista de certa forma como algo negativo, pois ela trará uma série de implicações sobre o homem.
  Uma destas implicações é a angústia que origina-se no momento em que encontramos a liberdade plena; a dúvida de escolher o melhor , e a fuga da realidade, é o processo que denomina-se de má-fé.
  No entanto para Sartre a angústia é o principal sentimento, sendo analisada positivamente, pois é a partir dela que tomamos consciência de nossas decisões, ou seja, ela implica na responsabilidade que temos sobre a nossa própria existência.
  Deve-se lembrar também que segundo o filósofo, a consciência de liberdade aumenta quando percebemos que nossas escolhas não só nos influenciam mas como toda a sociedade em geral, todas as nossas ações são refletidas diretamente nas ações do outro.

Mais Imagens:

Comentários

Escreva o seu Comentário