Panorama
Jornal da Escola Secundária de Rocha Peixoto
Pesquisa

Carta a Marcelo Rebelo de Sousa
Por Albina Maia (Professora), em 2018/05/08181 leram | 1 comentários | 24 gostam
O Alberto, do 10ºano, atento ao que se passa à sua volta, resolveu escrever ao nosso Presidente.
"Atrevi-me,num tom quase intimista,a sugerir ao nosso Presidente que descobrisse a melhor forma de galardoar mais alguns dos "Bons".
E teve resposta!
Vila Do Conde, 26 de março de 2018

Ao Excelentíssimo Senhor Professor Doutor Marcelo Rebelo De Sousa Presidente da República Portuguesa

Assunto: Condecorações

 Sendo eu um estudante de dezasseis anos que tem uma grande admiração pela Proposição de Os Lusíadas – de Luís Vaz De Camões, e dispondo o Excelentíssimo Senhor Presidente da República de muito “engenho e arte”, propunha que cantasse e espalhasse por toda a parte aqueles que “Por obras valerosas” e “Em perigos […] esforçados” têm da morte libertado muitos cidadãos deste país. Não querendo discriminar, de forma alguma, outras artes e ofícios (e sabendo que em todas elas existem bons e maus profissionais) gostaria de ver reconhecidas a disponibilidade, entrega, empenho, mérito e até a heroicidade de indivíduos, que de outras formas colocam também parte d’ “a sua vida ao serviço dos outros”. Utilizo agora uma frase da sua autoria, pois associo-a a muitos professores que passaram pela minha vida e continuam a fazer parte dela. Gostaria de ver alargados os critérios de seleção que conduziram já à escolha de meritosos cidadãos portugueses (tais como defensores da liberdade, investigadores, responsáveis por Organizações Não Governamentais sem fins lucrativos, representantes da Igreja próximos do cidadão e representantes talentosos de modalidades desportivas), de forma a que possam neles vir a ser incluídos os professores do ensino obrigatório e ainda os já acima abordados, mas ainda por mim não nomeados – bombeiros. Tendo eu a perfeita consciência da impossibilidade de condecorar todos os bons professores e bombeiros, creio que sua excelência conseguirá encontrar a forma mais adequada de o fazer. Por último, socorro-me novamente de Camões e em particular de uma das suas reflexões, onde faz questão de lembrar ao seu rei o valor de alguns dos seus súbditos e apelo agora ao Presidente do meu país que oriente a sua atenção para estes cidadãos portugueses.
 
Atenciosamente, Alberto Espojeiro
10ºB - Ciências e Tecnologias

Mais Imagens:

Comentários
Por Ângela Teixeira (Leitor do Jornal), em 2018/05/08
Muito bem!! Parabéns ao Alberto!

Escreva o seu Comentário
 



publicidade