Folha Cefet
Jornal Escolar do Cefet - Unidade Maria da Graça
Pesquisa

Primeiras impressões
Por Folha Cefet (Aluno, 2017), em 2019/04/22164 leram | 0 comentários | 6 gostam
Relato de visita técnica feito pela aluna Ana Clara Trugilho (2ASEGMINT), que aborda pontos importantes da viagem a Minas Gerais, ocorrida entre os dias 16 e 18 de abril.
As visitas técnicas realizadas pelo curso de Segurança do Trabalho têm o objetivo de fortalecer o que é aprendido em sala por meio da prática.

Normalmente, o docente responsável por elas, o professor Ivan Gaspar, viaja com os alunos para conhecer o ambiente laboral de duas ou, no máximo, três fábricas.

Neste primeiro bimestre, as escolhidas foram a Marluvas (companhia que realiza a confecção de botas de Segurança) e a LafargeHolcim (firma produtora de cimento). A viagem foi realizada entre os dias 16 e 18 de abril no estado de Minas Gerais e contou, também, com a participação do coordenador do curso, o mestre Francisco Moyses, e a docente Maria Regina.

No primeiro dia (16), os jovens chegaram (por volta de 13h) a Dores de Campos, local em que foi realizada a visita à Marluvas. Nesta exposição, o instrutor de visita realizou um tour pelos principais processos de produção dos calçados Marluvas, passando pelo reconhecimento do tipo de couro à costura dos sapatos. Apesar de a fábrica ser muito bem recomendada, foi possível encontrar pontos negativos quanto à Segurança do Trabalho.
Os trabalhadores que exerciam atividade que libera poeira não utilizavam Equipamento de Proteção Individual adequado que, no caso, deveria ser a máscara.

Além disso, os alunos também notaram a má sinalização dos extintores de incêndio, os quais não estavam bem indicados quanto à sua utilização.

Depois dessa visita, os estudantes se encaminharam à pousada Moura Ávila, também em Dores de Campos. À noite, saíram para lanchar em um lugar próximo à pousada e, quando estavam retornando, notaram algo diferente ali perto. Era música. Todos se aproximaram para ver o que estava acontecendo: era uma procissão acompanhada de orquestra.

Os jovens do curso técnico ficaram muito impressionados com aquela manifestação, pois os residentes revelavam muito zelo e respeito pela religião e, sobretudo, naquela semana, os moradores estavam muito animados. O motivo? Era Semana Santa.
Já no dia posterior (17), a visita foi à LafargeHolcim. Ela foi realizada pela manhã e contou com a participação de dois técnicos em Segurança do Trabalho e um dos chefes de setor da fábrica. A recepção foi muito calorosa e a maioria dos instruendos gostou da abordagem dos guias.
Desta vez, os alunos conheceram os processos de elaboração do cimento, passando da incrementação ao empacotamento. Foi possível notar, nesta fábrica, uma atenção maior às Normas de Segurança, além de práticas ergonômicas (conciliação da condição laboral com o processo produtivo) muito bem aplicadas.
Um destaque da fábrica é a presença de uma Brigada de Incêndio que realiza trabalhos voluntários em prol dos trabalhadores.
Em seguida, os docentes e os discentes ficaram para o almoço, que foi realizado na próprio refeitório da LafargeHolcim.
Depois de um bom descanso, os alunos se dirigiram a Tiradentes, um passeio que rendeu muitas fotos e lindos sorrisos.
A cidade, histórica e bela, possui muitos atrativos, como estátuas emblemáticas, passeios de charrete, souvenirs e diversas igrejas.

Ao final desta tarde incrível em Tiradentes, os alunos se encaminharam, mais uma vez, à pousada Moura Ávila. Descansaram para, no dia seguinte, retornar ao Rio de Janeiro, certamente, com muita saudade da calorosa cidade que lhes acolheu.

 
            
 
 

Mais Imagens:

Comentários

Escreva o seu Comentário