Folha Cefet
Jornal Escolar do Cefet - Unidade Maria da Graça
Pesquisa

O que são os Direitos Humanos?
Por Ana Clara Xavier (Aluna, 3 ASEG), em 2018/04/06204 leram | 1 comentários | 26 gostam
Saiba o que são os direitos humanos e suas aplicações
Muito se fala a respeito dos Direitos Humanos, porém poucas vezes temos a oportunidade de saber o que são.
    Legitimada com o surgimento da ONU ( Organização das Nações Unidas), após a Segunda Guerra Mundial, a Declaração Universal dos Direitos Humanos é assinada em 1948. O objetivo principal declarado é o de trazer a paz para todas as nações do mundo.
    A Declaração Universal é constituída por 30 artigos que tratam sobre a questão da garantia dos direitos intransferíveis dos indivíduos de: liberdade, justiça e paz mundial. Atualmente, 192 assinaturas de líderes de Estados compõem a Declaração e, por mais que não tenha impactos como leis, é uma das bases para constituições e tratados internacionais.
    Dentre os inúmeros direitos garantidos estão: o direito de não ser escravizado, de ser tratado com igualdade perante às leis, direito à livre expressão política e religiosa, à liberdade de pensamento e de participação política.
   Uma das formas de verificação do cumprimento desses direitos é a existência de três tribunais de Direitos Humanos, localizados na Europa, África e América. Tais órgãos têm a preocupação de verificar a seguridade desses direitos à sociedade e promover cada vez mais o legado da instituição. Vale lembrar que cada país tem a responsabilidade de garantir os direitos aos seus cidadãos, com o auxílio de organizações não governamentais e dos três tribunais.
    No Brasil, temos uma lista de direitos que veio com a constituição de 1988. Ela é chamada de Constituição Cidadã e é democrática. Além dos direitos já mencionados, nossa constituição traz ainda o direito ao meio ambiente saudável, ao progresso, à autodeterminação dos povos, à informação e à democracia.
    Nota-se que ainda é necessário um enorme avanço nas medidas já existentes, tendo em vista que existem centenas de nações que não oferecem os direitos básicos para sua população e mesmo os que compactuam com os Direitos Humanos deixam, muitas vezes, a desejar.
   Além disso, fica claro que tais direitos regulamentados devem favorecer a todos os humanos, sem restrição de classe, raça, gênero entre outros. É extremamente essencial que toda a sociedade entenda os benefícios e avanços presentes na Declaração Universal dos Direitos Humanos.
   Consulte o link dos 30 artigos da Declaração de maneira mais acessível e de maior compreensão para todos.

 


Comentários
Por Pablo Rodrigues (Familiar de aluno), em 2018/04/09
Texto muito bem escrito, esclarecedor e com informações importantes sobre um assunto tão primordial para a sociedade contemporânea. A colunista está de parabéns.

Escreva o seu Comentário