Eu Génio
Jornal da Escola Básica de Eugénio de Castro
Pesquisa

"DIÁRIO INVENTADO DE UM MENINO JÁ CRESCIDO"
Por Administradora (Aluno, D), em 2016/05/18400 leram | 0 comentários | 59 gostam
PRÓS: Considero que o livro revela imaginação e retrata um pouco do dia-a-dia de uma criança.
CONTRAS: Contém recursos expressivos de difícil compreensão.
O livro, da autoria de José Fanha, apresenta várias histórias como «Conta-me uma história»; «De manhã»; «A escola»; «Milhões de coisas»; «O meu amigo Valdemar»; «Os medos»; «A empada»; «Passarinho verde»; «A noite em casa da minha avó»; «Zé zangado»; «Pensar no futuro»; «Duas professoras»; «Barba na cara»; «Há coisas do caneco»; «Chega-te para lá, seu preto»; «O chinês do pastel de carne»; «O senhor diretor»; «A minha prima Torre Eiffel»; «As coisas de que me lembro»; «Xarope de cenoura»; «O meu banquinho»; «A melhor caneta do mundo»; «Por fora por dentro»; «Ganhar sempre»; «As gajas são lixadas»; «O dia de receber a pensão»; «Como o Picasso»; «Cara de camelo engasgado»; «Para sempre»; «O futuro vai chegar um dia destes».
  As minhas favoritas são «O futuro vai chegar um dia destes» e «Cara de camelo engasgado». A primeira fala sobre um menino, o autor, que pensava que naquela noite o futuro iria chegar. Juntou-se à sua família, que lhe disse para ele se portar bem e sentar-se. Adormeceu. Quando acordou já passava da meia-noite e foi espreitar á janela, não vendo nada de diferente. Apercebeu-se de que o futuro não tinha chegado. Depois disseram-lhe que o futuro só chegaria no próximo ano.

 Maria Rita Salgado
Ana Carolina Silva


Comentários

Escreva o seu Comentário