A Semente
Jornal do Agrupamento de Escolas Dr Flávio Gonçalv
Pesquisa

CONFISSÕES TARDIAS
Por Cristina Ferreira (Professora), em 2019/11/1226 leram | 0 comentários | 3 gostam
A professora de Português, Irene Santos, enviou um trabalho poético, de grande sensibilidade romântica elaborado por uma aluna. A equipa agradece e espera por mais, porque os alunos são os poetas em crescimento, até onde a imaginação os levar...
Sussurrando à noite
Confesso-te ao ouvido
Todos os crimes que cometi
Todos os segredos que escondi.
Fico à espera de me arrepender
Fico à espera de me interromper
Mas as palavras fluem-me
Escorrem pela minha língua
Confio-te isto, agora sei quem realmente és
Então, por favor, não me abandones
Depois de te mostrar quem eu realmente sou
Eu tentei contar-te mais cedo
Eu tentei, eu tentei
E eu tentei
Perdoa-me por ser fraca e cobarde
Não te atrevas a me deixar agora.

CRF - 9ºC


Comentários

Escreva o seu Comentário