A Semente
Jornal do Agrupamento de Escolas Dr Flávio Gonçalv
Pesquisa

DIA DE FEIRA
Por Dulce Marques (Professora), em 2018/11/287 leram | 0 comentários | 2 gostam
É domingo. Está um dia maravilhoso, com um sol radiante e o céu está limpo, azul.
Entro na feira, com a minha mãe, e vejo muitas bancas com roupas e malas penduradas. É uma confusão!
Ando à procura da banca das meias. Há muitas, mas sempre que vou comprá-las, tem de ser ali, naquele vendedor. Desde pequena que venho a esta banca com a minha mãe.
No meio de tantas bancas, produtos e barulhos, em cada corredor, oiço muitas vezes “Menina, menina, duas cinco euros! Aproveite! É só hoje!” As pessoas mexem e remexem em tudo. E, quando encontram alguma pechincha, agarram-na de imediato, para que nenhuma mão mais rápida a “roube”.
Depois de muita procura, finalmente encontrei a banca que tanto queria. O vendedor reconheceu logo a minha mãe e diss “Hoje vem bem acompanhada! Que princesa!” Fico sempre meia envergonhada, porque “princesa” remete-me para a minha infância, e eu sou, praticamente, uma adulta!
Como que por magia, o vendedor coloca caixas e caixas à minha frente. Pareço gostar de todas, mas só posso levar umas, bem, duas, porque convenci a minha mãe!!

Marta Amaral, 9º E


Comentários

Escreva o seu Comentário