A Semente
Jornal do Agrupamento de Escolas Dr Flávio Gonçalv
Pesquisa

CORRENTES D’ESCRITAS NA ESCOLA
Por Dulce Marques (Professora), em 2018/02/2787 leram | 0 comentários | 55 gostam
No âmbito das iniciativas das Correntes d´ Escritas, os escritores Afonso Cruz e Filipa Martins visitaram a nossa escola, no dia vinte e dois do corrente mês.
O público alvo deste encontro foram os alunos do 8º e 9º anos. Ao longo de duas horas os escritores partilharam com o público as suas histórias de vida pessoal e artística. Foi com grande entusiasmo e interesse que todos vivenciaram este momento que foi extremamente enriquecedor.
Os alunos tiveram a oportunidade de adquirir algumas das obras destes escritores, levando-as para casa autografadas.

BIOGRAFIAS BREVES
Filipa Martins nasceu em Lisboa, em 1983.
É jornalista e escritora.
Recebeu o Prémio Revelação em 2004, na categoria de ficção, atribuído pela Associação Portuguesa de Escritores (APE), com “Elogio do Passeio Público”, o seu primeiro romance publicado em 2008.
Recebeu ainda o prémio Jovens Criadores do Clube Português de Artes e Ideias, com o conto “Esteira”.
Publicou os seguintes romances “Quanta Terra” (2009), “Mustang Branco” (2014), “Na Memória dos Rouxinóis” (2018).

Afonso Cruz nasceu em 1971, na Figueira da Foz
Além de escritor, Afonso Cruz é também ilustrador, cineasta e músico da banda The Soaked Lamb.
Publicou o primeiro romance em 2008, “A Carne de Deus — Aventuras de Conrado Fortes e Lola Benites” (Bertrand). De entre as suas obras mais conhecidas destacam-se “Os Livros que Devoraram o meu Pai”, “Para onde vão os Guarda-Chuvas” e “ O Pintor debaixo do Lava-Loiças”
Foi distinguido com inúmeros prémios, destacando-se o Prémio da União Europeia de Literatura com o livro “A Boneca de Kokoschka”, em 2012.



SUGESTÃO DE LEITURA por Prof. Isabel Morim
Hoje, proponho a leitura de “Os Livros que devorarm o meu Pai – A estranha e mágica história de Vivaldo Bonfim”, de Afonso Cruz.
Embora o autor tenha ganho o prémio literário Maria Rosa Colaço na modalidade juvenil, esta obra é fascinante para qualquer idade. O protagonista faz uma incursão literal pelo mundo dos livros, cheia de aventuras, onde os personagens de obras clássicas da Literatura interagem entre si e com Elias Bonfim numa busca incessante pelo seu pai.
Neste livro, a linguagem é simples, mas muito imaginativa, principalmente quando o autor alia à escrita o seu talento de ilustrador. Acima de tudo, cria nos leitores a vontade de empreenderem eles próprios uma viagem pelo universo dos livros e descobrirem os mistérios que estes contêm.

Mais Imagens:

Comentários

Escreva o seu Comentário