A Semente
Jornal do Agrupamento de Escolas Dr Flávio Gonçalv
Pesquisa

ERASMUS PORTUGAL – DIA 3
Por Dulce Marques (Professora), em 2017/11/16178 leram | 0 comentários | 110 gostam
Ontem, quarta-feira, foi mais um dia dedicado a atividades ao ar livre, felizmente com um tempo magnífico a ajudar.
As delegações rumaram a Vila do Conde, onde, no Clube Fluvial Vilacondense tiveram o privilégio de aprender as técnicas básicas para manobrar a pagaia pela boca do penta campeão europeu de canoagem, Leonel Ramalho. Para a maioria, foi o batismo na modalidade.
Equipados a rigor com o respetivo colete de salvação, lá se dirigiram para o local de embarque nas canoas, tendo sido informados de que teriam três paragens, onde deveriam “picar” o mapa que lhes foi distribuído. Dois a dois, foram saindo para efetuar o percurso estabelecido.
Como da teoria à prática vai alguma distância, foi divertido ver a falta de sincronização de algumas equipas, que não conseguiam dar o devido rumo à embarcação, navegando em círculos sem sair do lugar. Após alguma ajuda de quem assistia, dando instruções na língua materna, para facilitar, lá rumavam para a primeira paragem. E até alguns professores arriscaram “pagaiar”.
Visitou-se, depois, a Alfândega Régia, onde tiveram oportunidade de ver alguns dos mapas mais interessantes que fazem parte do acervo da Alfândega, e de aprenderem qual a finalidade do local. No exterior, foi a vez de entrarem na réplica da caravela quinhentista, não sem antes terem ouvido uma breve explicação sobre este tipo de embarcação usada pelos portugueses nos Descobrimentos.
Após a pausa para o almoço e para retemperar as forças, efetuaram uma atividade de orientação na floresta de Azurara.
Mais um mapa para “ler”, e pistas para seguir, com a recomendação de comprovar a passagem pelos locais assinalados. Houve até quem experimentasse tiro com arco.
No regresso, seguiram para as casas das suas famílias de acolhimento.

Mais Imagens:

Comentários

Escreva o seu Comentário