A Semente
Jornal do Agrupamento de Escolas Dr Flávio Gonçalv
Pesquisa

CONCERTO DE FINAL DE ANO
Por Dulce Marques (Professora), em 2015/06/12404 leram | 0 comentários | 109 gostam
Todos os anos o grupo de Educação Musical encerra o seu ano letivo com um concerto destinado aos Encarregados de Educação e restante comunidade escolar.
Esta atividade – que teve sempre o cuidado de não ser muito longa - divide-se em duas partes distintas: o primeiro concerto destina-se aos alunos do 2º ciclo e o segundo concerto aos alunos do 3º ciclo.
Com uma duração de 45 a 50 minutos, passaram pelo Polivalente várias turmas dos 5º e 6ºs dos professores Margarida Almeida, Abel Carriço e Luís Amaro, com um programa cuidadosamente selecionado do trabalho realizado ao longo do ano letivo
No dia 4 de junho pelas 19:00 horas, os Encarregados de Educação lotaram o Polivalente, tendo muitos que ficar de pé.
O programa do Concerto de Final de Ano do 2º Ciclo foi o seguinte: “Queda do Império”, pelo 5º H,I,J; “In the jungle” pelo 5º J ; “5 sons” pelo 5º H; “Brincar na aula” pelo 5º I, “Hino à Alegria” pelo 5º C, G e 6º J; “Melodia” pelo 5º C e G; “Troika” pelo 6º G e J e “No meio do Mira” pelo 6º E.
O concerto foi muito diversificado, quer pelo tipo de melodias selecionadas para serem tocadas só em flauta, quer, ainda, pelas outras enriquecidas pela orquestração Orff.
No dia 9 de junho, pelas 21:30 horas, os Encarregados de Educação lotaram, de novo, o Polivalente, tendo, também, muitos que ficar de pé. Este concerto foi da inteira conceção e imaginação da professora Margarida Almeida.
O programa do Concerto de Final de Ano do 3º Ciclo foi o seguinte: “Telemóveis” por todos os alunos do 8º ano; “Sambabrasil” pelo 8º E; “O galo meteu um golo” pelo 7º A; “Rosa Branca” pelo 7º B; “A sola do meu sapato” pelo 7º C; “Tarantela” pelo 8º F, “Durch die Wüste” pelo 8º G e “Bayrische Polka” pelo 8º D.
Numa breve alocução aos pais, quisemos transmitir a importância da Disciplina de Educação Musical no desenvolvimento da concentração e da cognição dos seus educandos, e na articulação e transversalidade cultural que a música tem com o saber das outras disciplinas, enriquecendo a cultura geral dos alunos.
A título de exemplo, realce-se o trabalho dos alunos do 8º ano com os telemóveis, numa articulação da música com a matemática enquanto duas linguagens completamente universais. Não há símbolos musicais específicos para cada país, assim como não há símbolos matemáticos diferentes conforme o sítio onde estamos. A comunicação musical e a comunicação matemática atravessam as barreiras do tempo e das culturas, e, partindo destes pressupostos, os alunos do 8ºano construíram uma obra musical pegando nestas duas realidades e no meio de comunicação que eles utilizam todos os dias, o telemóvel.
O resultado foi uma composição rítmica executada com sequências de símbolos matemáticos misturados com linguagem verbal.
A terminar, os alunos do 7º e 8ºs anos cantaram a canção “O tempo é dinheiro” do Agir.

Luís Amaro, professor de EDM


Comentários

Escreva o seu Comentário