AltaMente
Jornal do Agrupamento de Escolas Dr. Alberto Iria
Pesquisa

O lobinho gozado na escola
Por Biblioteca Alberto Iria (Professora), em 2020/05/2615 leram | 0 comentários | 1 gostam
Ajudaris - Texto elaborado pelo alunos Isac
Era uma vez um pequeno lobo que vivia numa aldeia com a sua mãe. Certo dia o lobinho veio a chorar da escola. Quando chegou a casa a mãe apercebeu-se e foi falar com o filho.
- O que se passa filho? Porque estás tão triste?
E o lobinho respondeu:
- As raposas da minha escola estão sempre a gozar comigo, por causa do meu pai. Dizem que eu não tenho pai porque vivo só contigo.
A mãe suspirou com pena dele e disse:
- Amanhã vou conversar com a tua professora!
O lobinho respondeu:
- Está bem.
O lobinho deitou-se porque estava cansado.
No dia seguinte foi para a escola e quando pediu à professora para ir à casa de banho, os colegas voltaram a gozar com ele. Ele foi à casa de banho, mas no regresso à sala desviou-se para a biblioteca. A biblioteca da escola era numa sala antiga, os livros estavam expostos em estantes castanhas e tinha paredes cheias de painéis antigos, parecia uma biblioteca mágica de contos de fadas. O lobinho gostava muito de ler e dirigiu-se para uma estante para retirar um livro que lhe interessou. No entanto, encostou-se a um dos painéis para ver o livro e este movimentou-se mostrando um caminho secreto. O lobinho era curioso e aventurou-se pelo caminho. Foi andando, andando até entrar num laboratório onde um lobo trabalhava. O lobo avistou-o e perguntou-lhe o que ele fazia ali. O lobinho contou-lhe como descobriu o laboratório e estiveram algum tempo a conversar. Entretanto, tocou a campainha da escola e o lobinho teve que voltar para casa. Manteve segredo sobre a sua amizade com o lobo do laboratório e após conversarem durante alguns dias, ficaram a conhecer-se melhor. Através da conversa o lobinho descobriu que o trabalho do amigo era secreto, que ele era cientista e que não via a família há dois anos. Não os visitava, porque o seu trabalho era secreto, mas tinha muitas saudades do filho, que era parecido com o lobinho.
O lobinho foi para casa e perguntou à mãe pelo pai. A mãe respondeu-lhe que o pai era cientista e que trabalhava num projeto secreto para o governo, por isso não os podia visitar até conclui-lo. O lobinho ficou muito desconfiado e no dia seguinte perguntou ao amigo o nome da esposa e filho. O lobinho ficou muito surpreendido quando o lobo disse o nome dele e o da mãe. Afinal o lobo era o pai do lobinho, que começou a chorar e abraçou o pai dizendo-lhe que era o seu filho. No regresso a casa o lobinho não contou nada à mãe, tinha combinado com o pai fazer-lhe uma surpresa.
No dia seguinte quando a mãe o foi buscar à escola o pai estava à espera dela, foi uma agradável surpresa, abraçaram-se os três e foram para casa. Os colegas viram esta cena e nunca mais gozaram com o lobinho. Afinal ele tinha pai!!

Isac 5º A


Comentários

Escreva o seu Comentário
 




Top Artigos: Amor de Mãe